Negligência de médico da Santa Casa aumenta dor de família enlutada de Urai

24.10.2017

 

Em uma grande atrapalhada, verdadeira negligência de um médico da Santa Casa de Urai, a tragédia do acidente de moto que tirou a vida do jovem Moisés Rodrigues da Silva de 29 anos no ultimo dia 21 de outubro, promoveu um desfecho pavoroso, ampliando a dor dos parentes e amigos da vitima, quando em pleno velório, com todos enlutados chorando por aquela passagem, apareceu o IML para retirar o corpo do jovem, causando além do desconforto grande indignação na rede social Facebook.

 

Segundo os internautas (parentes e amigos), por um equivoco da Santa Casa, de não encaminhar o corpo ao IML, autorizando a liberação do corpo, como informado a família, uma hora antes do sepultamento , devido uma denuncia , tiveram que cumprir a determinação, cancelando o sepultamento, para apenas naquele momento encaminhado o corpo do jovem Moisés ao IML e só depois deste procedimento ter o corpo definitivamente liberado para agendar o sepultamento. 

 

O acidente que tirou a vida do jovem uraiense, aconteceu na noite de sábado (21 de outubro) por volta das 22h40, quando trafegando na avenida Paulo Pescarolo de moto veio a colidir com outra moto pilotada por Romualdo Teodoro Alves, de 50 anos, tendo como garupa a esposa Maria, que transitavam sentido centro, mas em um determinado ponto próximo ao segundo quebra molas da via  acabaram colidindo-se. Enquanto o casal teve ferimentos leves, Moisés Rodrigues da Silva de 29 anos, devido há um afundamento do crânio, veio a óbito.

 

Se o fato em si já não fosse tragédia o suficiente, o que veio ocorrer depois no velório só aumentou ainda mais o sofrimento dos familiares e amigos, que tiveram que assistir estáticos e atônitos a remoção do corpo do jovem momentos antes de ser sepultado depois de seu velório. Por ser uma pessoa querida e muito conhecida na cidade, a repercussão foi imediata e não faltou criticas a atitude do médico que liberou o corpo sem encaminhar ao IML com é de praxe. Veja alguns comentários que foram postados na rede:

 · 

“Não sei o que é pior, a irresponsabilidade ou a má fé das pessoas.Continuaremos dando apoio e Amparo a família do Moises, em breve estaremos informando o agendamento do horário do sepultamento”.

 

“Meu Deus”. Mas quem foi o médico que liberou o corpo sem passar pelo IML. QUANTA IRRESPONSABILIDADE.

 

“Nao Ärlete simplesmente liberou.. estava ocorrendo o velório ate que todos foram pegos de surpresa dizendo que o IML estaria chegando para levar o corpo”

 

“ Lamentável o que aconteceu sofrimento dobrado para a família .mas a responsabilidade é de quem autorizou a liberação do corpo sem passar por IML. A funerária Não foi a responsável mas sim o Medico a quem atendeu o ocorrido”.

Nossa reportagem ligou para a Santa Casa de Urai, mas até o fechamento desta edição, não recebemos nenhum retorno ou nota explicativa sobre o fato.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Publicando o impublicável desde 2011

  • Facebook Black Round
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now