BOLSONARO SOFRE ATENTANDO EM MINAS

O candidato à Presidência do PSL, Jair Bolsonaro foi esfaqueado em visita à cidade mineira de Juiz de Fora. O militar teve ferimentos superficiais na altura do abdômen e foi encaminhado para um hospital da região.



Jair era carregado nos ombros de simpatizantes - algo que sempre faz durante atos de campanha - quando foi atingido. Segundo pessoas que presenciaram o atentado, Bolsonaro teve ferimentos leves e levou pontos após receber atendimento médico na Santa Casa de Juiz de Fora. Nenhum órgão vital foi atingido.


Pelo Twitter, os filhos do candidato - Carlos, Flávio e Eduardo Bolsonaro - confirmaram que o candidato passa bem e pediram orações. O PSL ainda não se manifestou oficialmente sobre o atentado. Ninguém foi preso até o momento.


Testemunho


O estudante Arthur Barone, de 19 anos estava acompanhando a caminhada do candidato no momento do ataque. Em entrevista à Sputnik Brasil, Arthur afirma que viu o que pareceu ser uma tesoura na mão do atacante. Ele estaria vestindo roupas pretas e não tinha identificação de partido.


Ainda segundo Arthur, o homem foi imediatamente imobilizado e agredido por apoiadores de Bolsonaro. A Polícia Militar interviu e, enquanto levava o suspeito para a viatura, precisou dar tiros para o alto para dispersar a multidão que tentava linchá-lo. Arthur também relata não ter visto sangue na roupa do candidato, embora ele tenha deixado o local aparentando sentir dor.


A Sputnik Brasil tentou contato com a Polícia Militar de Juiz de Fora, que confirmou ter prendido um homem sem confirmar a identidade. A Polícia Federal também se manifestou por meio de nota dizendo que o candidato era escoltado por quatro agentes e que vai instaurar um inquérito para apurar as circunstâncias do ataque.


O site Antagonista, mostra bem de perto a imagem. Jair Bolsonaro levou uma “estocada de faca no abdômen” durante evento de campanha nas ruas de Juiz de Fora, em Minas Gerais, mas passa bem, informou seu filho Flávio a O Antagonista. Ele também disse que a perfuração foi superficial, não atingiu nenhum órgão; que seu pai está em observação em hospital da cidade; e que o homem que o atingiu foi preso.

Autor do ataque foi identificado. O homem que esfaqueou Jair Bolsonaro foi identificado como Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, registra O Antagonista.

(Foto: Fabio Motta/Estadão/Reprodução)