Deu no Guia do Bitcoin, grupo hacker denuncia Glenn Greenwald por conluio utilizando criptomoedas

no caso The Intercept:

 

 

 

  

Nos últimos dias, um jornalista norte-americano chamado Glenn Greenwald publicou no site The Intercept o vazamento de conversas ligadas ao Juiz Sérgio Moro, que é o atual Ministro da Justiça do governo Bolsonaro.

 

Como é de se imaginar, as informações vazadas colocaram Sérgio Moro nos holofotes com muitas dúvidas e muitas perguntas. Inicialmente, as conversas indicavam que houve conluio entre o então ministro e procuradores da Lava Jato para a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

Agora, um grupo hacker chamado apenas de Pavão Misterioso, divulgou várias denúncias que relacionam Glenn Greenwald a um cracker, que supostamente foi pago com criptomoedas. O tal cracker foi escolhido para quebra o sigilo das conversas, atuando de maneira ilícita para conseguir as tais conversas.

 

Segundo o grupo Pavão Misterioso, a ação do The Intercept teria tido motivação partidária, já que Glenn Greenwald é casado com David Miranda, membro do partido do PSOL que substituiu Jean Willys após ele ter saído do país por receber ameaças.

 

Através das postagens no Twitter do Pavão Misterioso, Glenn é acusado de tentar anular a Lava Jato.

Observação Importante: O Guia do Bitcoin está noticiando a denúncia realizada por um suposto grupo hacker. Após as acusações, há uma área dedicada a analisar certos pontos contradizentes das acusações. Por favor, atente-se a leitura.

 

A denúncia do Pavão Misterioso

 

O grupo Pavão Misterioso destacou quais são os membros importantes durante a interceptação de mensagens e que estariam na então conspiração para tentar derrubar Sérgio Moro e favorecer os partidos de esquerda do Brasil.

Segundo o grupo, os membros importantes da operação são:

  • Pierre Omidyar

  • Evgeniy Mikhailovich Bogachev

  • Gleen Greenwald

  • Intercept

  • David Miranda e Jean Willys

Na série de tuítes é explicado que Pierre Omidyar, dono do Ebay, foi o responsável por financiar todo o ataque contra Sérgio Moro e a operação Lava Jato.

 

As mensagens dizem exatamente (publicaremos o conteúdo sem nenhuma alteração):

“PIERRE OMYDIAR, o dono do Ebay, o site que nunca deu prejuízo desde a criação, Francês descendente de, quem diria, Iranianos, com uma luta acirrada contra o conservadorismo, o homem que financiou a queda de Viktor Yanukovych na Ucrânia e uma das estrelas do Panamá Papers.”

 

Durante a série de tuítes também é falado de Evgeniy, o hacker russo que conseguiu a acesso às mensagens.

“Evgeniy Mikhailovich Bogachev, o hacker vaidoso que ao usar um quase homônimo tornou tudo claro como as águas, pois no destino final dos valores, Pollingsoon virou poolson, como veremos a seguir.”

 

De acordo com as informações originais do The Intercept, as informações tinham sido entregues ao jornal. Já as denúncias de hoje indicam que elas podem ter sido compradas e encomendadas.

 

Como teria sido feita a compra das informações

 

 

O grupo de hackers informa que o hacker russo foi contratado através de uma série de transações com criptomoedas através de várias corretoras em diversos países.

 

Segundo relato, Glenn Greenwald tentou usar as criptomoedas para esconder o caminho do dinheiro, mas esqueceu de que as transações entre as corretoras são rastreáveis.

 

“Aos que crêem que são.palavras ao vento aqui, disponibilizaremos no decorrer o rastro do dinheiro de uma corretora brasileira até Anapa, Rússia, e se fará a grande [sic] Foi cedida a informação p q alguém pagaria mais de 300 mil dólares na cotação de [sic].

 

 

​​

"Estamos sob ataque e censura, então serei breve, alguma boa alma brasileira usando o login do intercept iniciou o passeio do dinheiro. 

 

Na sequência o dinheiro passeia pelo Panamá e vira Ethereums, caindo numa corretora que opera em Anapa, Rússia, é convertida em rublos e num arroubo de vaidade, um dos maiores hackers do mundo erra e usa o nome "Viktor Poolson" para transferir o dinheiro para Shangai", foi um dos COMENTÁRIOS PUBLICADOS sobre SUPOSTAS transações financeiras tidas como suspeitas. 

 

De acordo com as informações, as movimentações das criptomoedas coincidem com o momento em que o The Intercept teria conseguido acesso às conversas vazadas.

 

O cracker teria atuado sob o codinome "Poolson", que é bem similar a "Pollingsoon", apelido já reconhecido de Evgeniy, como mostra o cartaz de procurado.

 

 

 

 

Essas foram observações de pessoas que acompanharam as notícias e o Guia do Bitcoin está aqui apenas para repassar as informações coletadas na rede, sem dar, em momento algum, qualquer tipo de julgamento sobre o que é verdade ou não - Guia do Bitcoin. 

 

MATÉRIA COMPLETA PUBLICADA NO SITE: https://guiadobitcoin.com.br/gleen-greenwald-denuncia-hacker/

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Publicando o impublicável desde 2011

  • Facebook Black Round
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now