Saúde libera recursos e atende pleitos dos municípios na interiorização do governo


O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, esteve em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, participando da interiorização do governo, que aconteceu entre os dias 23 e 24 de outubro. Este é mais um programa acertado do governo de Carlos Massa Ratinho Junior. Naquela ocasião, como nas próximas, a sede do Executivo estadual foi instituída ainda pela manhã, quando o governador Ratinho Júnior assinou o decreto de interiorização. Para o atendimento às autoridades e procedimentos da gestão estadual foi montada uma estrutura dentro da Feira Paraná, que ocorre simultaneamente à Exposição Feira Agropecuária Industrial de Ponta Grossa (Efapi).

“Esta é uma situação muito importante para o nosso Estado, um marco na história de Ponta Grossa, que é uma das cidades que mais cresce e se desenvolve. Queremos descentralizar a gestão do Estado, porque o governo acontece nos municípios, não fica restrito a capital. A saúde, por exemplo, é uma das nossas prioridades e a região dos Campos Gerais pode contar conosco”, afirmou o governador. Beto Preto destacou que a mobilização para o interior é de extrema relevância para o governo e também para os representantes dos municípios. "É o governo mais perto das pessoas, vindo ao interior para discutir com prefeitos e a comunidade algumas ações, projetos e iniciativas, dentro do espírito daquilo que foi determinado pelo nosso governador Ratinho Júnior. Esta é a oportunidade dos secretários, nas diferentes áreas, atender ainda mais as regiões. E na saúde não é diferente".

REGIONALIZAÇÃO - Na opinião do secretário Beto Preto, a regionalização da saúde é o caminho para a melhoria efetiva dos atendimentos, diminuindo distâncias e colocando o atendimento perto da casa das pessoas.


“Estamos buscando por meio de uma nova metodologia a identificação das necessidades e prioridades na gestão da saúde para os paranaenses. Queremos, num futuro bem próximo, saber que os paranaenses terão uma saúde boa e quando precisarem de atendimento que ele seja próximo da sua residência”, explicou. A interiorização está alinhada à regionalização para a atuação de gestão da saúde e também das ações de todo o governo, acrescentou Beto Preto. "Nosso governo busca a aproximação com o cidadão paranaense e por consequência, com os prefeitos dos 399 municípios. Estamos esses dois dias em Ponta Grossa para receber os prefeitos no que diz respeito à saúde".

O prefeito de Jaguariaíva, José Sloboda, demonstrou simpatia ao aperfeiçoamento dos serviços de saúde regionalizados. “Conversamos com o Beto Preto e demostramos o plano que temos de regionalização do nosso hospital municipal. Fazendo isso podemos nos tornar referência em outras especialidades. E a nossa solicitação é para auxílio na ampliação, reforma e adequação da unidade”.


Embora a Secretaria de Saúde tenha Regionais em 22 localidades para descentralizar a gestão, o contato com pessoal é visto pelos prefeitos como uma oportunidade de aproximação e estreitamento das relações. “Falamos com o secretário e ele nos atendeu gentilmente, explicando o que precisamos fazer para levar mais qualidade para a nossa população de Imbaú. Nossa receita é reduzida porque é um município pequeno e uma forma de melhorar a condição dos nossos atendimentos é vindo aqui”, destacou o prefeito de Imbaú, Lauir de Oliveira.