China não registra casos de transmissão local do coronavírus por 24 horas

A China pela primeira vez desde o início do surto de Covid-19 não registrou nenhum caso de transmissão local nas últimas 24 horas — entre a terça-feira (17) e quarta-feira (18), segundo informação do governo chinês.

O país registrou, no entanto, 34 novos casos de infectados que vieram do exterior.


O surto começou em Wuhan há três meses e contaminou mais de 80,9 mil pessoas no país, deixando cerca de 3,2 mil mortos. A notícia dá uma perspectiva otimista para o resto do mundo, que vivencia a pandemia já presente em todos os continentes.


Enquanto isso, a pandemia cresce nos Estados Unidos e na Europa, sobretudo na Itália — país do velho continente que mais foi afetado pela doença.



O contágio foi reduzido drasticamente na China nas últimas semanas em comparação a meados de fevereiro, quando surgiam milhares de novos infectados a cada dia. A cidade de Wuhan e sua província de Hubei foram isoladas a partir de 23 de janeiro, colocando em quarentena mais de 50 milhões de pessoas.


Mas a China agora não esconde que a preocupação é o retorno da epidemia através das pessoas que chegam do exterior, e o país já tem 155 casos "importados". Ao menos 20 mil pessoas chegam ao país diariamente e Pequim impôs uma quarentena de 14 dias aos passageiros procedentes do exterior, em hotéis preparados para este propósito.


O país tem agora 80.900 casos registrados, com o total de 3.237 mortes, sendo 11 nas últimas 48 horas.



*Com informações de agências internacionais