O ENCANTADOR DE JUMENTOS, QUE ENDIVIDOU SEUS LACAIOS.

ESTA REGISTRADO

 

O Lula que se diz o homem mais honesto do Brasil arruinou a vida dos mais necessitados. Ao assumir a presidência o “pai dos pobres” surfou na onda de uma casa arrumada por seu antecessor — e por um extraordinário momento macroeconômico mundial — e ao invés de implementar as reformas que o país precisava investiu no populismo fácil.

 

Já em seu segundo mandato, o país foi colhido pelo tsunami da crise dos americanos. Responsável e honesto como só um populista barato poderia, ao contrário do que deveria fazer, ou seja, anunciar medidas de contenção e prudência à população, logo partiu para sua especialidade: mentir e bravatear!

 

Chamou a mega crise de marolinha e recomendou ao povo que comprasse. E mais: Aumentou a facilidade de crédito, reduziu os juros, baixou os impostos de bens duráveis, como automóveis e eletrodomésticos, e incentivou o endividamento extremo, sobretudo dos mais carentes, que ávidos por bens de consumo que nunca possuíram correram para o crediário com  juros acachapantes. De pessoas pobres sem nada, passaram a pessoas pobres endividadas; e hoje em dia novamente sem nada, pois ou perderam os objetos que compraram por conta da inadimplência ou pela própria depreciação dos mesmos.

 

PANORAMA 

 

O período do aumento da renda (do trabalhador) deveria ter sido aproveitado para poupar ou investir em educação, por exemplo. Mas isto deveria ter sido estimulado pelo governo, que, ao contrário, só estimulou consumo e endividamento. O Brasil é um país pobre e um dos que possuem menores taxas de poupança interna.  A lógica diria para “poupar, poupar e poupar”. Mas desde quando essa gente petista pensa em lógica? Desde quando lhes interessa a verdade e o bom senso? Repetiram, à exaustão, as glórias de um país que JAMAIS existiu, e convenceram a maioria desinformada dos brasileiros a viverem como ricos. Deu no que deu: Com carro, mas sem dinheiro para o IPVA e gasolina. Com Iphone novinho, mas sem crédito para ligações. Com geladeira, TV e micro-ondas, mas com a energia cortada por falta de pagamento. Estou mentindo? Por outro lado, na mesma intensidade em que destruiu os pobres, fez a maior alegria jamais vista pelos bilionários da pátria: Banqueiros, empreiteiros, industriais, varejistas e outros bem aventurados da economia assistiram aos próprios patrimônios atingirem alturas imorais diante o caos econômico produzido pelo governo.

 

Nunca antes neste país, como sempre repetia o falsário, houve tamanha transferência de renda dos mais pobres para os mais ricos. Finalizo com uma mensagem aos jumentos que certamente virão com aquele lero-lero petista “vocês não gostam que pobre tenha carro, celular, viaje de avião, e blá blá blá”: Deixem de ser bobões e vão se informar! Mais de 65 milhões de pessoas estão com seus nomes negativados por inadimplência. Então, parem de repetir as besteiras que lhes zurram aos ouvidos e comecem a pensar por si mesmos. Confiem em mim: Será melhor para vocês! E acreditem: Se tornarão melhores!

 

publicação original 16 de maio de 2018

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Publicando o impublicável desde 2011

  • Facebook Black Round
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now