Bastidores da Politica

10.08.2020

 

CONVENÇÕES EM AGOSTO

 

Com o calendário eleitoral finalmente estabelecido pela Proposta de Emenda a Constituição aprovada pelo Congresso, já estamos no mês das convenções que oficialmente se darão de 31 de agosto a 16 de setembro, ficando previsto o primeiro turno em 15 de novembro, e o segundo das eleições em 29 de novembro, os partidos participantes ganharam uma importante janela de tempo para preparar suas estratégias de campanha. No norte do Paraná a grande maioria dos municípios disputarão a reeleição, como é o exemplo de Cornélio Procópio onde o atual prefeito Amin José Hannouche deverá ser o candidato pelo PSD, que vem pelo partido do governador. 

 

AMIN NO PARTIDO DO RATINHO I

 

Sem dúvida nenhuma esta foi uma peça tocada a quatro mãos, como dizem os pianistas. Isso porque o atual prefeito de Cornélio Procópio, Amin Hannouche foi Cida Borguetti exatamente em oposição ao atual governador do Estado, Carlos Massa Ratinho Junior. Mas compreendido os motivos de fidelidade e reconhecida a sua força de liderança, elementos importantes do universo politico paranaense, membros do governo e do próprio partido PSD na cidade, assim como o grupo que coordenou a campanha vitoriosa do governador na cidade, no entendimento de um projeto maior por Cornélio Procópio e a partir dali, para toda região logram a aproximação e a consequente filiação do prefeito.

 

AMIN NO PARTIDO DO RATINHO II

 

Logo que se concretizou esta união, surgiram os questionamentos sobre como ficaria a situação do ex-prefeito Fred Alves, antigo aliado do governador, bem como o então "grupo oficial" do Governador na cidade composto pelos vereadores Elio Janoni, Diones Campos, Dr. Ismar Medeiros e o atual presidente do Legislativo procopense, vereador Edimar Gomes Filho, além de outras lideranças tradicionais ligadas por anos ao governador Ratinho como é o caso do empresário Adilson do Figueira e o publicitário Marcio Montanha, hoje chefe da 18 Regional de Saúde.

 

AMIN NO PARTIDO DO RATINHO III

 

Acontece que todas estas lideranças fazem parte de um mesmo grupo politico tradicional ligado historicamente a família Trevisan e que tem hoje o advogado Amin Hannouche, líder e prefeito.

Embora naquela eleição estiveram em lados opostos e a unidade do grupo condição básica a se tomar, tendo em vista que a verdadeira "oposição" na cidade liderada pela família Fonseca, dos ex-prefeitos José Antonio e Hermes Fonseca estariam com articulações bem definidas já pensando no próximo pleito eleitoral. Com isso o ter o prefeito e o grupo do Ratinho unido é o caminho mais inteligente a se tomar. 

 

 

MAS E O GRUPO DO GOVERNADOR ? 

 

Calma, em um primeiro momento parece que o assim que ganhou as eleições deixou seu grupo e abraçou o atual prefeito. De maneira alguma.

 

O prefeito Amin foi convidado a somar e não tomar o lugar de ninguém, tanto que dentre os vereadores que coordenaram a campanha pelo governo, o presidente do Legislativo Procopense Edimar Gomes Filho, filiado no PROS, do deputado Toninho Wandscheer, especial aliado do governador Ratinhjo, estaria hoje tendo seu nome ventilado para a MAJORITÁRIA das próximas eleições com chapa completa de vereadores.

 

WHATS?

 

 

Keep Calm! Sem confusão! É obvio que a aproximação do prefeito Amin do governo do Estado, estando ele no partido do governador, o PSD, o natural seria uma chapa de vice com outro partido aliado, no caso do governo, o PROS.

 

Sobre este fato, o próprio Amin disse por duas oportunidades públicas dado o trabalho de liberação de recursos para a cidade pelo deputado Toninho, que o vice dele sairia da base do governo, agradando também assim o grupo do governador que migrou em sua maioria para legenda do PROS! 

 

KEEP CALM II

 

Entretanto como composições assim se definem apenas nas convenções que ainda acontecerão do dia 31 de agosto a 16 de Setembro, cada partido se organiza com suas próprias chapas. Desta forma embora o vereador Edimar Gomes Filho, o Edimarzinho na relação do partido junto a justiça eleitoral estaria habilitado, não para uma vaga de vereadores, mas para concorrer a MAJORITÁRIA. Claro que nas convenções os partidos se alinham, se conversam e definem entre si os seus nomes. Até lá até por uma questão de organização eleitoral, enquanto o prefeito Amin é o candidato do PSD a esta majoritária, no PROS o nome destacado é do vereador Edimarzinho. 

 

POR UMA CIDADE MAIS PROS PERA!

 

Claro que quando dissemos que o prefeito Amin se comprometeu com o deputado Toninho Wandscheer este leque de possibilidade ficou aberto ao partido que também tem outros nomes como do também vereador Helvécio Badaró e do dentista Luiz Alberto Dib Canônico, Dr. Lourenço, advogado, do presidente do Figueira, professor Jhon Botelho dentre outros, todos devidamente habilitados pela legenda. Mas o projeto do partido já anunciado começa neste pleito já vislumbrando também o futuro, pelo qual o partido buscará se fortalecer na cidade e na região como força politica. Por isso naturalmente hoje já apresenta uma chapa pronta, mas aberta democraticamente para as decisões de convenções que virão! 

 

ELEIÇÃO POLARIZADA OU NÃO?

 

 

Entendemos que tudo caminha para um quadro natural de embate polarizado entre os dois grupos tradicionais da cidade, há não ser que este quadro de junção entre o PROS e o PSD não frutifique, dai em vez de polarização poderiamos ter até quatro candidatura a prefeitura de Cornélio Procópio, sendo o prefeito Amin Hannouche pela reeleição, o ex-prefeito José Antônio ou um de seu grupo, o vereador Edimar Gomes Filho, o Edimarzinho e o pastor Israel Bandeira que vem demonstrando forte interesse em ser candidato do seu partido ao Executivo.

 

Isso sem falar que o número ainda poderá crescer se o entendimento com o vereador Raphael Sampaio com os irmãos Fonseca, não encontrar equilíbrio.

 

COMO ASSIM?  

 

Embora o vereador Raphael Sampaio venha fazendo coro de ser oposição a atual administração, sendo ele cria e aliado dos próprios Fonsecas, no entendimento de que ele seria o candidato do "clã", informações direto do ninho dos "limões" dão conta que uma fissura teria ocorrido quando o ex-prefeito Hermes Fonseca, irredutível de ter o seu nome como prefeito teria se indisposto com Raphael.

 

SAMPAIO NO DEM

 

Se foi exatamente por isso ou não, o fato é que Raphael Sampaio não filiou a nenhum partido da base dos Fonseca, indo fazer seu ninho antagonicamente no DEM do deputado PEDRO LUPION. Esta movimentação comprovaria os motivos de além de Raphael a também candidatura de Hermes Fonseca, este então pelo PMDB, sempre com apoio fidedigno do PDT. Será? 

 

SAMPAIO NO DEM II

 

Se não foi exatamente isso, a conversão de Raphael Sampaio, de canhota destacada, filho do saudoso Ruy Sampaio de esquerda inveterada, aterrissar em agremiação de ALCOLUMBRE E RODRIGO MAIA, deixa bem embaralhado o entendimento de ideologia partidária. Mas como diria um daltônico, a oportunidade não vê cor, quem sou eu pra discordar!    

 

E O EDIMARZINHO

 

Mas sem dúvida alguma, a novidade expressiva destas eleições esta por conta do nome do presidente do Legislativo Procopense, o vereador Edimar Gomes Filho, comentado e ventilado desde as mais variadas lideranças e populares procopenses a enquetes de jornais regionais, como se deu recentemente na publicada pelo Jornal Correio do Norte e rádio Alternativa FM de Siqueira campos, onde Edimarzinho pontua e se posiciona muito bem como prefeito de Cornélio Procópio.

 

 

EDIMARZINHO DEPUTADO

 

Com a filiação do vereador Edimarzinho e todo um grupo de lideranças de diversos seguimentos da comunidade procopense no PROS a legenda se apresenta como uma das mais fortes e preparadas para o pleito vindouro e futuros.

 

O projeto do PROS é o partido intensificar a presença do deputado federal Toninho Wansheer, lider de bancada no Senado e no Congresso, na região. Com isso o nome do vereador Edimarzinho não estaria sendo trabalhado apenas para esta eleição, mas para uma possível dobrada em 2022 para deputado com o próprio deputado Toninho, que já detém o reconhecimento pelo trabalho e a liberação de milhões de reais em emendas para Cornélio Procópio e Região.

 

O PROS TA PRONTO 

 

Sob a presidência do impoluto Paulo Chitão em dupla com seu Secretário Executivo, o publicitário Marcio Montanha, deliberam as ações pertinentes da agremiação politica, tendo habilitando inicialmente 70 nomes como filiados, o partido apresentará chapa completa para o pleito de 2020 com nomes diferenciados. Mas antes disso, muita conversa de bastidores pois ainda teremos as convenções e até lá muitas deliberações, mas como certeza, no sólido propósito anunciado pelo grupo com o intuito formatado, idealizado e focado de buscar promover uma cidade mais PROSPERA para todos.  

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Publicando o impublicável desde 2011

  • Facebook Black Round
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now